top of page

Pepsico | Dirigentes sindicais realizam assembleia em prol dos trabalhadores da empresa

Trabalhadores estão sendo oprimidos pela terceirização, práticas antissindicais e ocultação de índices para pagamento da participação nos lucros e resultados - PLR


Hoje (20), às 5h, em Sorocaba/SP, companheiros de diversos sindicatos do setor da alimentação estiveram na empresa Pepsico, do setor de doces e conservas, para realizar assembleias em defesa dos direitos dos trabalhadores.


Esta assembleia, inclusive as outras, que serão realizadas às 13h e às 21h, tem por objetivo se opor a algumas atitudes que a empresa vem tomando, como terceirizar mais de 50% de sua mão de obra direta e atraso no fornecimento dos índices para pagamento da participação nos lucros e resultados - PLR. Destacamos que o pagamento da participação nos lucros e resultados deve ocorrer na primeira quinzena de março, mas a situação ainda permanece um mistério para os trabalhadores.


Outro problema que tem sido enfrentando na empresa é a prática de política antissindical, que não apenas procura afastar o sindicato dos trabalhadores da empresa como enfraquecer este elo para que eles, os patrões, possam retirar direitos sem consequências. Considere que a política antissindical sempre estará presente em empresas que costumam tratar de forma ruim seus empregados, enxergando direitos apenas como "custos" e desvalorizando totalmente o capital humano, reduzindo-o a apenas uma máquina sem sentimentos.


Mas porque a terceirização é ruim?


Um dos principais problemas associados à terceirização é a perda de estabilidade no emprego. Os trabalhadores terceirizados muitas vezes enfrentam contratos temporários e instáveis, o que cria incertezas em relação à continuidade do emprego. Essa falta de segurança no trabalho pode levar a níveis elevados de estresse e ansiedade, afetando negativamente o bem-estar dos trabalhadores.


Além disso, a terceirização frequentemente resulta em salários mais baixos e benefícios reduzidos para os trabalhadores terceirizados em comparação com seus colegas contratados diretamente pela empresa. Isso contribui para a desigualdade salarial e pode criar um ambiente de trabalho dividido, com trabalhadores terceirizados se sentindo subvalorizados e desmotivados.


A terceirização também leva à falta de representação sindical eficaz, já que os trabalhadores terceirizados enfrentam dificuldades em organizar-se e negociar melhores condições de trabalho. Isso resulta em uma desvantagem significativa quando se trata de defender seus direitos e interesses no local de trabalho.


Trabalhadores unidos, jamais serão vencidos! Fortaleça seu sindicato!





댓글


bottom of page